BE questiona governo sobre atendimento a utente com aneurisma no Hospital de Guimarães
16 de Março, 2016

O Bloco de Esquerda questionou o governo sobre o atendimento a uma utente com aneurisma no Hospital de Guimarães.

O caso remonta a 10 de março, quando uma mulher com 72 anos foi levada pelos bombeiros ao Hospital da Senhora da Oliveira, em Guimarães, uma vez que não conseguia andar, tinha dor de cabeça e arrastava a fala.

Nas urgências, foi triada com uma pulseira verde, ou seja, o caso foi triado como pouco urgente devendo ser visto no período de duas horas. No entanto, segundo o Bloco, ‘as horas passaram-se e a cidadã só fez os primeiros exames cerca das 19h00.

A estas análises seguiu-se um TAC e um raio-x. Por volta das 21h00, a filha que acompanhava a doente apercebeu-se de que a mãe não reagia e não falava.

Concluindo-se que teve um aneurisma que rompeu, os serviços hospitalares deram ordem de transferência para o Hospital de Braga, uma vez que não existe neurocirurgia em Guimarães.

A senhora foi intervencionada e encontra-se com prognóstico reservado, no Hospital de Braga’.

O Bloco de Esquerda considera que é necessário aferir as circunstâncias que levaram a esta situação bem como saber se o Hospital de Guimarães e/ou Inspeção Geral das Atividades em Saúde vão abrir um inquérito a esta situação.

Informação em destaque
Penha oferece concerto no dia da padroeira
14 de Julho, 2020
Festa da Música Erudita de volta ao Centro Histórico de Guimarães
14 de Julho, 2020
Modelo inovador de residência partilhada em Guimarães
13 de Julho, 2020
A celebrar 10 anos de Outra Voz
14 de Julho, 2020
Obras de requalificação na Rua D. João I começam esta segunda-feira
13 de Julho, 2020
Festas do Concelho de Fafe em honra de Nossa Senhora de Antime
12 de Julho, 2020
Publicidade